27 de jun de 2010

Algo Pra parar e Pensar.

"Uma das fundações da mitologia de um Super-Herói é que, há o super-herói e há o seu alter ego. Batman é, na verdade Bruce Wayne, o Homem-Aranha é realmente Peter Parker. Quando o personagem acorda de manhã, ele é Peter Parker. Ele tem que colocar uma fantasia para se tornar o Homem-Aranha. E é nessa característica que o Super-Homem se difere. Super-Homem não se tornou o Super-Homem. Super-Homem já nasceu Super-Homem. Quando Super-Homem acorda de manhã, ele é Super-Homem. Seu alter ego é Clark Kent. Sua roupa com o grande "S", é o cobertor que estava envolto nele quando caiu na Terra e os Kents encontraram-no. Essas são as suas roupas. O que Kent usa - os óculos, o terno - que é o traje. Esse é o traje que Super-Homem usa para misturar-se conosco. Clark Kent é como Super-Homem nos vê. E quais são as características de Clark Kent?! Ele é fraco...ele é inseguro de si mesmo...ele é um covarde. Clark Kent é a crítica do Super-Homem à toda raça humana."

(Quentin Tarantino, Kill Bill Vol. II)

4 comentários:

мαясєllα Ϟ disse...

Tah rolando um sorteio no meu blog!

prêmio:02 sombras da Lojinha Pracy + 01 Alicate Merheje + 01 removedor de esmaltes Océane + 01 pente com espelho da koleston + uma carta minha (:

éh só entrar e se cadastrar :

http://marcellagiroldo.blogspot.com/2010/06/sorteio-kit-girl.html

Bjos*
Marcella Giroldo

Anônimo disse...

bem interessante esse comentario.

mari ebert disse...

Nossa, eu nunca tinha pensado assim! O meu favorito continua sendo o Batman, mas essa teoria sobre a pessoa na verdade ser o alter-ego do super-homem, como uma crítica a humanidade, é realmente interessante! Adorei o blog, bjão!

Joanna Lis disse...

e é por essas e outras, que Quentin Tarantino está no meu "Top 5: Pessoas que eu quero ser quando crescer."