29 de out de 2009

Um Livro em Troca de Sorrisos

É muito fácil ver filmes de ativistas e ficar babando em cima do personagem e pensando "nossa, como eu queria ser assim"... Acredite, eu já passei por isso. E o que resolvi? Meter as caras e ajudar de qualquer jeito. A primeira vez que tive contato com o voluntariado foi por um trabalho escolar sobre o câncer infantil, onde visitamos uma instituição. Não vou mentir, foi chocante ver que há tantas pessoas vivendo numa realidade tão dolorosa... Desde então tenho tentado ver tudo o que posso fazer por esses simples seres maravilhosos; as crianças. E consegui uma grande oportunidade, quando visitei um orfanato na rua ao lado da minha residência, me colocando à disposição como voluntária ativa. E digo que um dos dias mais emocionantes da minha vida foi quando, no 'arraiá' da instituição, dentre todas as atividades festivas, eu doei livros para todas e juntas lemos "Alice no País das Maravilhas". Um gesto tão simples pra mim, mas tão significante para as meninas de lá, que me mareja os olhos até hoje com a lembrança do momento...É, acho que assim eu coloco mais pink no mundo.



Um comentário:

Jhé Cruz disse...

alguém duvidava que seria Alice?