30 de jan de 2013

Caindo Novamente na Toca.


Muitas vezes eu penso em voltar a escrever. Paro num caótico trânsito da cidade e contemplo a janela do transporte público em que estou, pensando em quais palavras eu ia usar, títulos, novas categorias. Penso em quanto eu já falei de tudo pro mundo, deixei que as pessoas vissem minha opiniões diversas e nem sempre acolhidas.
Mas algo me impede. Não sei se é o tempo, esse ladrão, a ideia de ter um compromisso com algo tão precioso como o JIW novamente, ou os dois. E é tudo uma desculpa. Eu não só poderia voltar a escrever, como deveria.
Afinal, escrever é exorcismo na sua mais pura forma. É colocar sua boca no trombone imaginário do mundo e berrar pra todos ouvirem lamentos, críticas ou alegria soltas num dia chuvoso. É sentir a alma leve depois de bater furiosamente os dedos no teclado.
E eu preciso disso. Preciso no início, do começar de novo, do compromisso. Por mais que a gramática tenha mudado e eu ainda não me acostume que ideia não tem mais acento, isso não é uma desculpa palpável pra não escrever, quando o prazer retirado desse ato me faz bem.
Auto-sabotagem em grau maior, parabéns lado negro, você tentou, mas deixe que eu assumo daqui.
Estou de volta.

3 comentários:

Mah (Mayra Lobão) disse...

Nunca pare de escrever!
Hoje não sei como fiquei tanto tempo sem isso... Mesmo q eu não atualize mais meu blog, e faça poucos posts pra revista, eu trabalho o dia todo escrevendo, e em dias de folga, sinto muita falta!

Dani disse...

Olha quem voltou.
Antes no meu antigo blog eu tinha esse compromisso, eu tinha essa necessidade de postar pelo menos umas 10 vezes no mês, mas agora eu escrevo quando quero colocar algo para fora.
Mas que bom que está de volta com seus escritos.
Beijos

Tailany Costa disse...

Ai, que legal! Hoje mesmo eu tava pensando que os blogs que eu gostava de ler nem existiam mais, pelo menos a maioria dele. Sempre gostei de ler o seu, e que bom que você voltou!
Beijo!