29 de abr de 2011

Quem quer ser Kate?


Mesmo com comentários da parte masculina da minha vida serem negativos quando eu toco no assunto do casamento real, ocorrido hoje de manhã, eu não me intimido. Assisti especiais durante a semana, li fóruns e imaginei como - e de quem - seria o vestido da agora princesa Catarina.

(Falando nisso, vocês sabiam que, na tradução livre para o português, o nome da rainha é Isabel e os principes são Guilherme e Henrique?! Eu achei curioso)
Enfim, voltando ao tópico principal. Eu admito que hoje de manhã acordei pensando que ia conseguir a ver entrando no altar e até me atrasei um pouquitcho pra pegar condução rumo a faculdade só pra tornar isso possível. Afinal, quem nunca sonhou em ser uma princesa quando era menor? Particularmente, lembro de assistir Cinderella repetidamente e sonhar em dançar em bailes, passear em carruagens e usar sapatinhos de cristal. Acho apaixonante como a cabeça infantil funciona, foca no lado positivo de tudo. Como eu ia saber dos deveres e regras impostos as pessoas que se envolvem nessa instituição?! Kate virou Catarina, não pôde usar decote, vai ter cada segundo planejado, faltará privacidade e terá que encarar críticas por toda sua vida... Se foi por amor, oh, eu não ponho isso em questão. Gosto de acreditar que ele ainda existe (mesmo porque eu o sinto de um jeito tão gostoso) mesmo nos corações em que circulam o sangue azul. Mas, pensando em todas as complicações, quem será que conseguiria... quem quer ser Kate, no final das contas?
Eu acho que não conseguiria :P

4 comentários:

Edwin Lafaiete disse...

Já li tanto sobre esse casamento que não sei mas o que pensar.Mas, você foi a primeira que falou desse lado "OBRIGAÇÕES DA REALEZA" e acho que muita gente não iria aguentar :$

to te seguindo :)

htpp://oquefaltou.blogspot.com

Milena Lobo disse...

Legal essa curiosidade dos nomes, eu nem imaginava... É eu tbm fiquei pensando sobre essas obrigaçoes todas e a preção e comparações que ela vai sofrer, mas esse foi o sonho de toda a vida dela, ela era apaixonada desde pequena por ele, então imagino que ela esteja preparada. O mais bonito foi que durante o casamento todo eles se olharam de forma apaixonada, dava para perceber existe cumplicidade entre eles.

Joana disse...

Eu acho que nada vale a liberdade. Digo, ok, o amor às vezes fala mais alto e nem pensamos nas obrigações que deveremos seguir para estar ao lado da pessoa amada, mas gente, você abre mão da sua vida para fazer parte de uma instituição completamente falida! Veja a coitada da Lady Di: Perseguida até a morte.

Eu não queria essa vida para mim!

Jóta disse...

Casamento real é aquele que é cumprido o prometido para o padre, onde além do sentimento, a palavra também é honrada. Casamento real é aquele que completa bodas de ouro...

No século XXI, américa do sul, brasil? Não acredito muito no sonho de ser kate.