2 de jun de 2010

Furiosa com os Titãs

Se tem uma coisa que eu amo mesmo nesse mundo é mitologia, principalmente a grega... E quando resolvem fazer um filme total non-sense sobre isso. Bem, é de se imaginar a ira desta pessoa. Então aí vão os erros de Fúria de Titãs (Clash of Titans, 2010):

Primeiramente (pois esses eu já lembrava e não precisei consultar nada):
> Caronte dirige uma balsa, e se todos sabem como é a tal, sabem também que é impossível ter níveis nela, como apresentados no filme (na cena em que eles entram no agora iate de Caronte e brincam, Perseu e Ilo)
> Aliás, quem é esta pessoa? Não consegui achar nenhum registro dela em lugar nenhum. Perseu se casa com Andrômeda.
> Medusa não vive no Mundo subterrâneo e fala como uma pessoa normal. Ela foi uma linda mulher que somente cometeu o pecado de transar com Poseidon diante do Trono de Atena, e a deusa irada a transformou em uma das Górgonas.
> Hades só pode visitar o Monte Olimpo durante o Solscitio de Inverno, o que não era o caso, e mesmo se fosse, ele não ia chegar de fininho.

Esse eu apelei pra Wikipedia:
Perseu era filho de Zeus, que sob a forma de uma chuva de ouro, introduziu-se na torre de bronze e engravidou Danae (Dânae), a filha mortal do rei de Argos. (...) Perseu e sua mãe foram banidos pelo avô, Acrísio.
> Avô, não pai. Acrisio era avô de Perseu.
Perseu e sua mãe viveram na casa de Díctis - o pescador - e sua esposa por anos, até que um dia, o rei, Polidectes, quando passava pela casa de seu irmão, resolveu visitá-lo. Ao ver Dânae, apaixonou-se e quis se casar com ela.
> A mãe de Perseu não morre.
Polidectes, com medo de que a ambição de Perseu o levasse a lhe usurpar o trono, propôs um torneio no qual o vencedor seria quem trouxesse a cabeça da Medusa, o instinto aventureiro de Perseu não o deixou recusar. Em outra versão do mesmo mito todos os convidados em uma homenagem ao Rei, deveriam dar-lhe um presente, como Perseu era pobre se ofereceu para trazer a cabeça da Medusa como presente.
> De um jeito ou de outro, nada tem a ver com salvar a Princesa Andrômeda, como proposto no filme.
Da batalha contra Medusa saiu vitorioso graças à ajuda de Atena, Hades e Hermes. Atena deu a ele um escudo tão bem polido, que tal qual num espelho, podia se ver o reflexo ao olhar para ele. Hades lhe deu um capacete que torna invisível quem o usa, e Hermes deu a ele suas sandálias aladas, três objetos que foram definitivos para a vitória de Perseu.
> Como visto Hades ajudou Perseu, não o contrário. E Zeus nem sequer dá as caras.
Diz a lenda que, quando Medusa foi morta, o cavalo alado Pégaso e o gigante Crisaor surgiram de seu ventre.
> Hã, oi? No filme Zeus tinha dado Pégaso para ele, mas tudo bem.
Na volta para casa, matou um terrível monstro marinho e libertou a linda Andrômeda, com quem se casou.
> Ok, agora sim Andrômeda resolveu dar as caras.
E não, não há registro de nenhum mosntro da mitologia chamado Kraken. [se alguém achar, por favor, me avise]
Conforme a profecia, Perseu acabou assassinando o avô durante uma competição esportiva, em que participava da prova de arremesso de discos. Fazendo um lançamento desastroso, acertou acidentalmente seu avô sem saber que ele estava ali. Assim, cumpriu-se a profecia que Acrísio mais temia.
> Acrísio, o avô - não canso de repetir - de Perseu não tomou nenhuma forma demoníaca e fez pacto com Hades. Ele só morreu da forma descrita mesmo.

Mais Informações Sobre:
Perseu, Medusa

Um comentário:

Anônimo disse...

Compartilho com você essa indignação, já sabia que isso aconteceria, por isso não fui ver.
Se não me engano o Kraken provem da mitologia Nórdica.