10 de nov de 2009

Minissaia virando Macroproblema.

Quem acompanhou a história da aluna Geisy Arruda, aluna da Uniban, com certeza entendeu o título. Por quê será que uma roupa pode provocar tanta ira em pessoas? Fácil, não foi somente aquela roupa. Sabe a história do balde que vai enchendo até cair a última gota? Foi exatamente o que aconteceu naquele dia, já que segundo a estudante ela "já tinha ido com roupas piores para as aulas" e "é o jeito dela". A culpa pode ser dela sim, em certo ponto, mas também dos alunos e professores que causaram a arruaça. Verdadeiro animais revelados por sentimentos e despertos, que causaram a tal situação em que quando um grita todo mundo imita, o verdadeiro circo humano em que uma coisa mínima, como uma pessoa com uma roupa diferente pode virar um estardalhaço de proporções absurdas. Na minha opinião, a batata quente não pode ser colocada nem na mão de Geisy, nem nos alunos, mas sim no jeito como todos se portaram. Assim como os meninos a chamaram de nomes e ameaçaram fazer coisas terríveis, temos que colocar a mão na consciência e pensar: "Será que ela não estava pedindo?".


-

Deixo vocês com o link do vídeo que assisti para desenvolver a pauta, para o caso de se quiserem tirar as próprias conclusões e dar opiniões. Vale a pena assistir.

3 comentários:

Regina Zanette disse...

Acredito que isso se resume em falta de personalidade.

julie disse...

essa coisa da minisaia...as pessoas não tem mesmo personalidade.Se vestir de um jeito só pra agradar os outros..

nutcracker. disse...

ah, eu acho que ela podia ter ido até pelada pra aula que os alunos não teriam direito de humilhar ela do jeito que humilharam.
e, ao que parece, ela nunca tinha tido uma advertência formal da faculdade por usar roupas curtas. isso até os alunos começarem a agir como macacos.

para mim, é só mesmo um crime contra o bom gosto, porque o vestido é HORRENDO! hahaha