2 de mar de 2009

Faço Moda sim, e daí?

Quando eu estava no terceiro ano e pediram para preencher uns requisitos em uma matéria ligada à orientação vocacional, coloquei meu sonho de consumo desde que me entendo por gente: Design de Moda. Não preciso dizer que fui motivo de chacota pra todos da sala... Alguns falavam algo como "Nossa, você vai morrer de fome" e outros chegavam ao estremo em insultar "Se você quer ser vagabundo, completa o espacinho com moda aí". Acho um total desrespeito da parte dos outros fazerem pouco do que uma pessoa quer ser, mesmo porque, se ela será boa naquilo, quem vai ficar com cara de tacho vai ser o idiota que sacaneou no primeiro lugar. E se nós penssássemos ao contrário? Se todo pai ou mãe temesse que seus filhos fizessem medicina? Afinal de contas, o salário de um médico plantonista não chega nem perto de ser 1/10 do que ele realmente merece ganhar. Será que todos nós devemos nos prender a pré-conceitos do século passado e apontar o dedo pras pessoas das humanas e rir?! Acho que não, porque querido, se fosse assim, não existiriam tantas faculdades oferencendo cursos novos e inusitados que nem doidas desvairadas... Se você me julga por ser diferente e me jogar nesse mundo de cetim e croquis, eu rio da sua cara por ter que ler um livro que 2 mil páginas pra aproveitar 2. E te digo mais, sou feliz, despreocupada com a vida, sei que vou ter uma carreira boa, já que faço o que gosto e sim, costuro que é uma beleza. E o pessoal do colégio que me sacaneou? Bem, vamos dizer que se Design de Moda não existisse eles estariam usando calças feitas com sacos de batata.



entre pences, babados, cortes e recortes.

.

2 comentários:

Tatah disse...

O legal é isso mesmo, fazer o que se gosta. Quando minha melhor amiga disse na sala do nosso 3° ano (2007) que ela ia fazer Artes Plásticas, até o professor de Química riu da cara dela e disse que ela ia morrer de fome. Assim como eu tenho certeza que você costura bem, ela faz quadros belíssimos, também tem muito futuro na profissão que escolheu!
:D

Layla disse...

Oi Juliana!
Entendo o que você quis dizer. Hoje sou formada em Design Gráfico estou começando uma Faculdade de Moda tb.
Ouvi as mesmas coisas que vc qdo escolhi estudar design. As pessoas (da minha familia inclusive) achavam que Design era só fazer desenhinhos e que isso não era futuro pra ninguém.
Só agora que eles conhecem minha profissão e sabem que o negócio é sério é que me apóiam... Não desista nunca de nada que vc queira fazer... Temos que seguir nossos sonhos e vontades sem nos preocuparmos com o que os outros vão dizer...
Boa sorte e sucesso na profissão!