1 de mai de 2008

Aqui Não Se Vende, Obrigada.

Eu não escrevo pelo fato de estar lucrando com isso; acreditem, quando começei um blog, há séculos atrás, era somente para comentar sobre Harry Potter e postar imagens piscantes e irritantes. Claro que com todos os sites de venda da internet, muitas pessoas acham um bom meio de se ajeitar ganhando alguns trocados apenas por dizer o que quer. Eu lhes digo que é a mesma coisa que sair às ruas fazendo movimentos circulares com um acessório para guardar objetos pessoais. Não quero dinheiro por dar minha opinião sobre o mundo, querido... Só o fato de ter a oportunidade de expressar o que sinto e - quase sempre - levantar um alvoroço imenso por isso, sendo a ótima polêmica que sei ser, já me faz sentir como ter ganho na loto. Veja bem, o dinheiro é como a fama, só vem para os que menos esperam. E se eu fosse te dizer o quanto eu o espero... Ah, eu seria a pessoa mais rica do mundo! Por isso... Escrevo? Sim! Mas me prostituo por isso? Nunca! Mesmo porque, acho que sou muito original para isso, e deixo para os pobres de espírito.

-
Sim, eu penso assim.
Não, não quero lucrar com meu blog. Sou too cool for that =]

Ah sim, vou começar uma nova seção no meu blog, "Coisas que Eu Escrevi Bêbada", já que achei vááários textos relacionados ao assunto, e só pra vocês terem uma noção do que vem por aí, deixo um trecho de um texto imeeeenso:

"eu vi um cara la que disse que era meu ex-namorado mas eu nem lembrava da cara dele entao eu dei um real e ele disse tchau."

*todas as postagens foram escritas no meu caderno de anotações em momentos não-lúcidos, por isso foram repassados para o computador. Os trechos repassados não possuem erros de português, mas alguns trechos tem pontuações onde não deveriam ter, pelo efeito ter fica cômico.
Nada que aconteceu foi real... NOT!

Nenhum comentário: