11 de mar de 2008

Abstrai, amiga!

Ele me via como sua melhor amiga. Trocávamos confidências, combinávamos trabalho em grupo, brincávamos iguais irmãos, dava conselhos sobre roupas. Cansou de ouvir minhas lamúrias por um amor perdido e eu estava farta de ouvi-lo falar sobre o tal menino do corredor que ele via todo dia. Conforme o tempo passava, as brincadeiras ficavam sérias, o via se aproximando de mim como quem não quer nada e eis que um dia ele solta a bomba: "Acho que quero beijar sua boca". Num momento desses, claro você não tem outra reação senão ficar boquiaberta e sem cor alguma no rosto, enquanto passam pensamentos do tipo - 'como assim?!' 'ele gosta de caras!' 'eu quero mesmo fazer isso?'. Seu amigo fica sem graça, obviamente, pela sua reação imbecil - vamos combinar que todas teríamos uma relação no mínimo imbecil se isso ocorresse. Se vale a pena ficar com ele? Aimeodeosdoceoo! Ele é tudo de bom: carinhoso, atencioso, atraente, estiloso, bem-cuidado, sabe te maquiar, te veste como ninguém. Peraí, mas ele gosta de caraaas!! Não dá, não dá não. Você vira pro seu amigo, com toda delicadeza possível, e dá nele um beijo na ponta do nariz; você não vai deixar de amá-lo por essa quedinha... Mas também não vai se iludir pela quedinha que ele próprio teve, e que você sabe que não te levaria muito longe mesmo. Afinal de contas, depois do tal beijo, ele continuaria falando do menino super-gostoso do corredor... Por essas e outras, abstrai amiga!

[Texto para o Blog do Tudo de Blog]

*Este texto é totalmente fictício. Nenhum dos personagens caracterizados nele têm conexão alguma com pessoas da vida real. Qualquer coincidência e/ou 'achismo', será pura imaginação do leitor.

-
Em tempo. Parece que ultimamente os banners e notícias toscas têm me perseguido!




jura?

4 comentários:

Robbie Jacks disse...

Confundir amizade com amor acontece nas melhores famílias,né... o pior é quando a gente não ouve a vozinha do grilo (acho que estou falando de Pinóquio agora,rs) e decide investir. É um risco,e nesse caso um risco DUPLO, massssssssssss... vai de cada um. Eu faria como você, ou melhor, seu eu lírico.

Beijos!

Rey disse...

Bem, sao surpresas da vida, nao?

^^

nααн dσℓℓs disse...

Acontece né?! As vezes temos tanto afeto pela pessoa que já acha que é amor!

Nossa! "Quem bebe também vive mais", será por isso que dizem que a cachaça mata lentamente?! Rsrsrs

"Poluição afeta o cerebro", deve ser por isso que tou tão besta ultimamente!

Beijinhos!!

ღ_☆Lu☆_ღ disse...

Eu faria o mesmo que seu 'eu lírico' também. É complexo essa situação.. Aaah... Ainda bem que nunca passei por ela!
;** querida!