17 de fev de 2013

Nirvana e Preocupações Mundanas.


Coloco meu player no aleatório e começa a tocar Nirvana. Eu lembro como, quando adolescente e descobri a banda, achava a mais genial que já tinha ouvido, além do fato do vocalista ser canhoto, como eu.
Na época, tinham lançado o álbum de Greatest Hits, com uma faixa nova, e lembro de num passeio no Wall Mart com meus pais, me agarrar ao CD e implorar que eles comprassem. Minha mãe não se opôs  mas meu pai teve medo pois 'era a banda do cara de tinha se suicidado' e eu poderia desenvolver hábitos suicidas. Pais são engraçados.
Treze anos depois, me pego aqui no quarto com essa lembrança, e dando a certeza de que, não pai, eu nunca pensei em tirar minha própria vida, apesar de sempre ter Nirvana estocado nos meus aparelhos musicais.


aquela que foi a primeira e sempre será a favorita.

2 comentários:

Dani disse...

Não sei o seu pai, mas se o meu visse esse clipe jamais ia deixar tocar qualquer música que fosse do Nirvana em casa. rs

Beijos

Cary disse...

Pais são engraçados mesmo. Se preocupam com coisas que parecem grande coisa na hora, mas depois não. Eu não julgo porque talvez ficaria com um pé atrás, mas acho que no rock qualquer pessoa está salva rs. Esse clipe me passa uma má impressão,mas a música é boa! Beijos!