7 de dez de 2009

Eu e Minha Sombra

Se, por um acaso da mãe natureza- e da minha própria - eu tivesse uma pessoa dividindo a mesma placenta, e quando viessemos ao mundo a gente fosse 'xerox', pode crer amiga, eu ia aprontar muito. Sabe aquela pessoa chata que te enche o saco e que você não aguenta mais ouvir sobre a festa que ela foi? Irmã, bate um papo com aquela mina, ela é super cool. Sabe aquela roupa que você ganhou da sua tia, que insiste em te ver nela, mas é terrivelmente brega e você não usaria nem morta? Sis, surpresa... fecha os olhos que eu vou te dar um presente! Agora, sabe quando você tem um namorado, e quando ele chega na sua casa, abraça ela em vez de você? Ô cópia insuportável, lá fora, agora! Acho que ter uma irmã gêmea só é vantagem nas coisas nem um pouco altruístas, como as que eu citei, e algumas outras - leia-se: provas difíceis, mas com certeza, ter uma cópia de mim só aumentaria minha insegurança e a falta de paciência alheia. Porque se só eu incomodo muita gente... Imagina eu ao quadrado?!

4 comentários:

Jéssyca disse...

Ju , adorei o seu jeito de escrever ,e já salvei o seu blog nos favoritos ! Adorei o post,tenho duas irmãs (não gêmeas,ufa) e já é meio dificil,imagina se fossemos trigêmeas o.o HAHAHAH beijo !

Ana Júlia disse...

aoeiaoieao'
eu, particulamente, tbm não vejo muita coisa altruista qdo penso em uma irmã gêmea. ;*

Fernanda disse...

Adoro seu jeito de escreer, já sou sua seguidora ...
beijinhos

Jubiis disse...

Adorei!!