9 de jan de 2009

Não Diga que Não Avisei.

Você sai para dançar a noite com suas amigas. Não é uma situação difícil, né. Então, chegando no clube, você está toda prosa se remexendo ao som de uma música muito legal com um menino lindo te checando, daí ela aparece: A figura monstruosa da menina que passou tanto da linha entro o sexy e vulgar que nem consegue ver a tal linha - pra ela é só um pontinho! Ela começa uma dança do acasalamento louca, com sua minissaia de 3cm, piercing de 5kg no umbigo e top que só cobre 1mm do busto, não esquecendo do salto transparente de acrílico com 25cm. Sim, o menino que tava te secando começa a olhar pra ela, talvez porque se interessou, mas muito provável porque achou cômico. Afinal, o sentimento mais profundo que consigo passar pra uma pessoa que chegou no extremo 'menina de vida fácil' quando queria dizer 'sou sensual' é rir, e cara, como é fácil ver essas pessoas. Talvez seja um mal que não tenha data, afinal elas aparecem nas história de adolescencia de meus pais também. Geralmente tentadas a virarem atrativas ao sexo oposto, essas meninas que podiam ser mega interessantes e usar atributos além de peitos e bunda para atrair o sexo oposto se tornam figuras cômicas vestidas inteiramente com lycra - quanto menos pano, menos a idade. Na regra piriguete a contagem é muito proporcional. Então, se você está pensando seriamente em fazer esse look mais atrevido, cuidado. E por favor, não diga que eu não visei.

4 comentários:

Nina disse...

Aproveita e destina um agradecimento pra fulana semi-nua, ela te salvou do carinha patético. Prá mim, homem que vai atrás de umas figuras que nem essa que tu descreveu...afff, serve não.
Abraço!!!

Joana disse...

a questão é:
os homens olham para mulheres assim porque enxergam nelas sexo fácil. ponto.

para algo mais sério, eles querem uma que seja "fofa" no dia-a-dia e puta na cama. fato.

resumindo: dança do acasalamento e roupinha de puta da avenidade atlântica, só entre quatro paredes!

Tatah Santini disse...

Nossa, quem não conhece uma mulher vulgar, hein? E como você mesma disse, chega a ser cômico, e eu até acrescento ridículo. :)

Arlequim disse...

A Alecrim aqui, concorda PLENAMENTE com a sua pessoinha!
Fato!
O que tem de piriguete hoje em dia, não é brincadeira não. O bom é que eu me divirto um bocado, cara.
HAHAHAHAHAHAAHAHA
Beeijão, querida. ;)