31 de jan de 2009

Engolir sapos não aduba a vida.

Até meus tenros 10 anos, sempre fui o alvo preferido das meninas que gostam de mandar e pisar em sentimentos. Afinal, eu era mais magra do que lombriga e super tímida. Nem consigo contar quantos foras eu tive que tomar na cara, com medo de responder e quantos apelidos me colocaram que eu não revidava, por achar que ninguém ia mais gostar de mim. Até que então eu conheci uma frase, a perfeita pra quando eu me sentia cheia de sapinhos pulando no meu estômago e rindo da minha falta de tato: o problema é seu. Recordo que quando a usei pela primeira vez, tinha apenas 10 anos, e ouvia uma vanglorização exagerada e simplesmente saiu, como uma risada na hora que não se deve: o problema é seu. Nem eu acreditei que tinha falado isso! Finalmente a menina que abaixava a cabeça e levava na cara estava revidando... E talvez seja por isso que até hoje eu tenho uma defensiva montada esquematicamente, igual em uma batalha naval. Porque em toda minha existência, não só tive que engolir sapos, mas elefantes também, só pra depois correr desvairada pro meu quarto e chorar. Hoje em dia, ainda bem, aprendi que isso faz um mal danado, já que causou muito estresse em minha cabeça, e se puder, sou grossa sim. Afinal, quem gosta de engolir sapo, ou é francês, ou tá de bobeira.



-
ps. gente, ainda dá tempo de participar da promoçao Oscar No País das Maravilhas, lembrando que o prêmio é um DVD grátis pra quem mandar o email com mais acertos!

2 comentários:

Jóta disse...

Quando você aprende o FODA-SE ai sim você vai se sentir uma gladiadora de verdade hahahaha...

Bjus moça, se cuida.

Karen Barbarini disse...

Ri rios...hahaha
Engolir elefantes! ahahaha
amei seu texto, muito bom, super engraçado e verdadeiro!