21 de fev de 2008

Amor é Bossa Nova; Sexo é Carnaval.

Com a chegada do século XXI, também podemos considerar a chegada de mulheres com roupas cada vez mais curtas, meninas cada vez mais novas sendo mães, homens cada vez mais galinhas e é claro, sexo cada vez mais casual. Ninguém mais sai pra noite na intensão de só dançar... O negócio é espreitar o alvo do sexo oposto e tentar convencê-lo à gazer com você o que quiser. Garotas boazinhas não frequentam mais a noite, assim como não pulam carnaval. Mesmo porque, quem no carnaval nunca ouviu tal história que fulana saiu com cicrano e nove meses depois nasceu beltrano. É rapaz, a história tá ficando feia pra nossa geração. Se antigamente era fato uma noiva casar de branco porque era imaculadamente pura - e ainda colocava-se como prova o lençol com o sangue estirado na janela - hoje em dia se casa de branco porque fica bem, ou nem isso se faz. A coisa ficou tão banal, que em qualquer horário você liga a televisão e pode assistir um casal trocando carícias totalmente eróticas para, hmm sei lá, crianças com menos de 10 anos. E olha que cada vez estão mais precoçes! Achando que amor que dizer se entregar cem-por-cento e que sexo é só uma parte disso. Querida, acorda! Homem não valoriza mulher que se vende no primeiro encontro, e isso é fato. Pode chorar rios aí na sua casa, enquanto pensa que tava fazendo bem ao deixar seu ficante fazer o que ele quisesse, porque agora com certeza ele te dá tanto valor quanto à uma moeda de um centavo. Sexo, por ser a coisa mais espiritual que temos - a conexão entre dois seres, quando duas almas se transformam em uma, a maior e melhor declaração de amor, o ato de ser dar ao outro - devia ser meio que tratado como antigamente. Mas claro, sem o ritual do sangue na janela. E não, querida, sexo casual não vale a pena e é só uma desculpa pro seu 'amor' pra te usar e jogar fora. Agora vai se afogar num copinho de coca-cola.

[Texto para o Blog do Tudo de Blog]

Aqui embaixo só pra Giil:
JOHAAAAANAAAAAAA JOHAAAANAAAA xD

7 comentários:

ღ_☆Lu☆_ღ disse...

Eu sempre digo no meu blog, a geração do final dos anos 80, anos 90 e início do século XXI está completamente perdida. Não que não haja exceções, mas tá triste. Eu já ouvi falar de garotas de 10 anos que já se entregaram pra um homem. Eu odeio promiscuidade, eu me valorizo. Mas enfim, não foi pra dar uma opinião da minha vida pessoal que vim aqui!
Mais um texto inteligente vindo do país das maravilhas!
E eu também não queria o lençol na janela não. Imagina as muçulmanas, que seu sangue é exposto para todos os convidados do casamento na noite de núpcias? O.o
Homens valorizam a mulher que se valoriza. Primeiro vem o respeito e amor próprio. Não vale a pena passar pela sua vontade por um homem que vai te largar na manhã de domingo.
;*

Juliana Lobo disse...

Que visão, hein dona Juliana!

Besos.

Leila disse...

Eu vi Sweeney :~ tão mágico *_*
Bom... Adorei seu ponto de vista :D E a forma como vc o apresentou! ^^

:*

Thaís Frabetti disse...

Eu vi o que vc falou sobre Sweeney Todd. Nossa, eu gostei tanto! E a parte da empada eu achei bem engraçada apesar de meio nojenta.
Bjos.

Anônimo disse...

Hum...
E só pra constar...
Mulher não pode 'usa-lo para satisfazer seus desejos puramente carnais' sem esperar ligação no dia seguinte?

Rey disse...

O ser humano está perdendo o pudor...

Ótimo post.
Bjs Julie.

Julie.in.Wonderland disse...

nossa, tenho um(a) admirador(a) secretooo(aaa)!
beijos anonimo!

ps. eu sei quem é vc.